Voto de pesar pelo Falecimento do Ator Paulo Guerreiro

Paulo Guerreiro, ator da Companhia de Teatro de Almada onde se formou e estreou como profissional em 1987, faleceu no passado dia 13 de Novembro aos 48 anos de idade.

Nascido em 1970, Paulo Guerreiro participou em diversas produções da Companhia de Teatro de Almada, destacando-se as suas interpretações em “Afonso VI”, de Fonseca Lobo (1987, ano da sua estreia como profissional), “A vida do grande D. Quixote de la Mancha e do gordo Sancho Pança” (1992), de António José da Silva, “Othello” (1993), de Shakespeare, “Molière” (1994), de Bulgakov, “A Mãe” (2010), de Bertold Brecht/Gorki, “Tuning (2010), de Rodrigo Francisco, produções todas elas dirigidas por Joaquim Benite.

Paulo Guerreiro integrou ainda os elencos dos espetáculos “O valente soldado Schveik” (1994), de Jaroslav Hasek, encenado por Jorge Listopad, “O luto vai bem com Electra” (2010), de Eugéne O'Neill, encenado por Rogério de Carvalho, e “Do Amor” (2011), de Lars Norén, com encenação de Solveig Nordlund.

“Negócio Fechado”, de David Mamet, e “Em Direção aos Céus”, de Odön von Horvath, ambos com encenação de Rodrigo Francisco, foram os dois últimos espetáculos em que participou na Companhia de Teatro de Almada.

Paulo Guerreiro participou igualmente em séries de televisão de que se destacam os papéis em "Duarte e Companhia", "Médico de Família" ou "Super Pai", entre outras.

Confrontada com a notícia do falecimento do Ator Paulo Guerreiro, Cidadão e Homem de Teatro que muito contribuiu para o desenvolvimento cultural e artístico do Concelho de Almada e do País, a Assembleia Municipal de Almada, reunida em Sessão Ordinária em 28, 29 e 30 de Novembro de 2018, expressa à Companhia de Teatro de Almada, onde Paulo Guerreiro se formou como Ator e iniciou a sua carreira profissional, à Família enlutada e aos homens e mulheres do Teatro em geral – atores, encenadores, técnicos e público –, os mais sentidos pêsames pela perda física do Homem de Cultura e Artista Paulo Guerreiro, e toda a solidariedade neste momento difícil de luto e dor por que todos passamos.

Almada, 28 de Novembro de 2018
O Grupo Municipal da CDU